Aqui pode ser uma mensagem comunicando que o portal do sindicato está de volta ainda com um layout provisório, mas já funcionando como um importante canal de comunicação neste momento de distanciamento social.

Aguardando conteúdo, Aguardando conteúdo, Aguardando conteúdo, Aguardando conteúdo, Aguardando conteúdo, Aguardando conteúdo, Aguardando conteúdo, Aguardando conteúdo, Aguardando conteúdo, Aguardando conteúdo,.

Aguardando conteúdo, Aguardando conteúdo, Aguardando conteúdo, Aguardando conteúdo, ...

 

O Sintjurr oferece uma série de vantagens para os seus sindicaliados, através de convênios e parcerias com outros sindicatos que beneficiam a todos.

Além dos convênios existentes no Tribunal de Justiça que tem uma rede de convênios que já beneficiam os servidores, o Sintjurr fez uma parceria com a SAS/PMRR, onde os dois sindicatos compartilham os convênios um do outro, sendo que o Sintjurr tem o compromisso de a cada três meses, atualizar a lista de sindicalizados para que eles possam enviar para os fornecedores.

"Nós somos o único sindicato que paga plano odontológico nacional integral para todos os sindicalizados. O sindicato paga integralmente para o titular. Oferecemos também o convênio de seguro de vida com auxílio funeral integral, que benefícia o titular, o cônjuge e os filhos até 21 anos, sem ônus para o sindicalizado. Se o titular falece, o cônjuge recebe R$ 20 mil. Se o cônjuge falece, o titular recebe R$ 10 mil", explica.

No caso do auxílio funeral, em caso de falecimento de qualquer um dos beneficiários, sendo comunicado imediatamente, a seguradora cobre integralmente todas as despesas. Caso não haja o comunicado imediato e o beneficiário custear as despesas, ele será ressarcido em R$ 3.500,00.

 

Diretoria Executiva:

PRESIDENTE
Ariana Silva Coêlho
 
VICE-PRESIDENTE
Jhemerson Santos Ferreira

SECRETÁRIO
Martha Alves dos Santos

TESOUREIRO
Elias Ribeiros dos Santos

SUPLENTES
Raphael Phillipe Alvarenga Perdiz
Marcell Santos Rocha

CONSELHO FISCAL
Jonathas Apolônio Gonçalves Vieira
Henrique Sérgio Nobre
José Augusto Rodrigues Nicácio

Os primeiros servidores do Poder Judiciário de Roraima ingressaram no Tribunal de Justiça em 10 de dezembro de 1996. Passado o período de admissão, foi criada a Associação dos Servidores do Poder Judiciário(ASTJ-RR).

Em 2000, foi verificada a necessidade de transformar a ASTJ-RR em um sindicato, para ter mais força para brigar pelos direitos dos servidores junto ao TJRR. Em 1º de julho, foi feita uma Assembleia Geral na Câmara Municipal de Boa Vista, que contou com a participação de representantes da OAB-RR, membros da Fenajud (Federação Nacional dos Servidores do Poder Judiciário) e foi criado o Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário (Sintjurr).

Na época, o presidente do TJRR era o desembargador Elair de Moraes.

O Sintjurr naquela época ocupava uma sala no segundo andar do Fórum Advogado Sobral Pinto e um prédio que ficava localizado na Rua Alfredo Cruz, no Centro.

Quando a ASTJ foi transformada em sindicato houve uma reação e uma oposição muito forte por parte da gestão do TJRR.

Houve uma resistência muito grande por parte do desembargador Elair de Moraes, que não aceitava a criação do sindicato e, numa decisão arbitrária, mandou lacrar a sala do sindicato no Fórum, ficando retida toda a documentação dos sindicalizados, contratos de convênios, etc.

Enfrentamos uma grande batalha, mas, conseguimos com um mandato de segurança impetrado junto ao Pleno do TJRR a oportunidade de retirar da sala os pertences do sindicato.

Em retaliação a isso, o desembargador Elair de Moraes mandou lacrar a sede provisória do sindicato, que funcionava no prédio na Rua Alfredo Cruz, chegando a colocar a Polícia Judiciária na porta do prédio para impedir a entrada da diretoria do Sintjurr. O sindicato entrou com mais um mandato de segurança e conseguiu reativar a sede, que foi posteriormente entregue em definitivo ao Poder Judiciário.

Por cerca de seis meses o sindicato ficou sem sede até que fosse alugado um espaço adequado para seu funcionamento.

A partir dali o sindicato começou a se fortalecer e recebeu o acréscimo dos servidores do Poder Legislativo, do Tribunal de Contas e do Ministério Público Estadual. Com isso, o sindicato passou a ser denominado de Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário, Poder Legislativo, Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado de Roraima, mantendo a mesma sigla de Sintjurr.

Essa união durou até setembro de 2018, quando houve a saída definitiva de todos os servidores de outros poderes do sindicato, com a realização de uma assembleia de mudança do Estatuto, ficando o Sintjurr apenas com os servidores do Poder Judiciário, como foi na sua criação.

Tudo que se conseguiu foi por meio de muita luta e por conta dessa iniciativa de se criar um sindicato, de ter um sindicato forte, atuante, que trabalhasse em favor de todo o coletivo e obtivesse ao longo do tempo o respeito por parte da gestão.

Atualmente, o sindicato conta com cerca de 340 sindicalizados.